Connect with us

Manaus, AM,

POLÍTICA

Líderes de movimento causam pânico em servidores do Estado após espalharem ‘Fake News’

Publicado

em

Manaus – Willian Bitar Santos, filho do ex-prefeito do município de Novo Airão que foi cassado por corrupção passiva, e o pré-candidato a vereador Rubson Madeira, espalharam fake news na tarde desta terça-feira (31), causando pânico nos servidores públicos do estado, comprometendo a votação na Assembleia Legislativa do Amazonas (Alem) sobre o remanejamento dos recursos para a saúde e adotar medidas emergenciais para combater o coronavírus.

É falsa a informação de que o Governo do Estado enviou proposta de redução de salários de servidores à Assembleia…

Publicado por Governo do Estado do Amazonas em Terça-feira, 31 de março de 2020

Willian e Rubson são apontados como líderes do Movimento Independente do Amazonas que segundo informações de um ex-colaborador, usam o movimento para atacar políticos do Amazonas com intensão de conseguir vantagens e seriam financiados pelo pai de William, o ex-prefeito de Novo Airão, que foi cassado por corrupção passiva.

“Eu me afastei deles porque estavam usando o movimento para extorquir políticos através de ataques que só acabavam em alguns casos após acordo financeiro. William conseguiu promover a esposa há um cargo comissionado mais bem remunerado na Casa Civil após ele atacar várias vezes o prefeito de Manaus, já o Rubson quer ganhar notoriedade e se eleger vereador”, relatou o ex-colaborador.

Willian e seu pai, o ex-prefeito de Novo Airão que foi cassado por corrupção passiva. Foto: Reprodução

Com o quóron suficiente a sessão discutiu vários pontos importantes no que diz respeito ao combate ao covid-19 e as estratégias que serão fundamentadas para que o Estado vença o vírus que já matou três pessoas no Amazonas. Além disso, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que autoriza o remanejamento de verbas para a saúde e pagamento dos servidores públicos; a permissão para que o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), atue no combate à pandemia, entre outros. Em nenhum momento foi falado sobre diminuição dos salários dos servidores públicos. A informação é mentirosa e circula nas redes sociais comprometendo o real sentido da votação transmitida ao vivo pelas redes sociais do Poder Legislativo.

Larissa Coutinho dos Santos. Foto: Reprodução

Em entrevista, Willian negou que o movimento seja financiado por políticos para espalhar fake news e disse que não é líder e sim um dos colaboradores do movimento, sobre a nomeação da esposa, disse que ela é competente, e chegou a se irritar e parou de responder as perguntas quando foi perguntando sobre o pai dele, que é ex-prefeito do município de Novo Airão que foi cassado por corrupção passiva.

William já foi aliado do prefeito Arthur Neto, deixou de ser após seu pai ser cassado por corrupção. Foto: Reprodução/Facebook

A Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), divulgou nota desmentindo a notícia falsa.

A Assembleia Legislativa do Amazonas informa que o boato que circula nas redes sociais sobre a redução de 20% dos salários dos servidores públicos é FALSO.
As propostas que estão sendo votadas nesta terça-feira (31) autorizam o Governo a remanejar recursos para a saúde e adotar medidas emergenciais para combater o coronavírus.
A Assembleia Legislativa preza pela verdade e reitera seu compromisso com a legalidade e o sentimento de bem servir a população do Amazonas.

Mais Lidas