Connect with us

Manaus, AM,

POLÍTICA

Bolsonaro chama Arthur de ‘bosta’ em reunião ministerial

Publicado

em

Manaus – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se referiu aos governadores de São Paulo, João Doria (PSDB) e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), como “bosta” e “estrume”, respectivamente, durante a reunião ministerial do dia 22 de abril. Os xingamentos apareceram no vídeo que teve sigilo retirado hoje pelo ministro Celso de Mello, do STF, relator de inquérito que apura suposta interferência presidencial na Polícia Federal.

O que os caras querem é a nossa hemorroida! É a nossa liberdade! Isso é uma verdade. O que esses caras fizeram com o vírus, esse bosta desse governador de São Paulo, esse estrume do Rio de Janeiro, entre outros, é exatamente isso. Aproveitaram o vírus, tá um bosta de um prefeito lá de Manaus agora, abrindo covas coletivas. Um bosta. Que quem não conhece a história dele, procura conhecer, que eu conheci dentro da Câmara, com ele do meu lado! Né?”, disse Bolsonaro, que também ofendeu o prefeito da capital do Amazonas, Arthur Virgílio Neto (PSDB).

VEJA O VÍDEO:

 

Mais Lidas