Manaus – O governador Amazonino Mendes condecorou com as medalhas de bravura os policiais civis e militares que atuaram na libertação de reféns do assalto à loteria Circular, na avenida Grande Circular, zona leste, no último sábado, 13/10. A solenidade aconteceu, nesta quarta-feira, 17/10, no auditório do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, bairro Cachoeirinha, zona sul de Manaus.

“A sociedade toda se satisfaz, se sente bem, agradecendo e condecorando esses bravos policiais que foram exemplares, extraordinários. Tiveram as vidas expostas e mesmo assim tiveram o equilíbrio e mostraram competência”, declarou o governador.

Fotos: Bruno Zanardo / Secom

Durante a ação no último sábado, mais de 20 pessoas foram feitas reféns de cinco assaltantes. Após quase três horas confinados na loteria, quatro dos infratores decidiram sair com 12 reféns e com malotes de dinheiro. Os criminosos percorreram mais de um quilômetro, sendo monitorados pela polícia, inclusive com helicópteros. Ao final, eles foram mortos durante troca de tiros com os policiais, nenhum refém ficou ferido e a população aplaudiu o desfecho da ação, que contou com a participação de quase 80 policiais civis e militares.

“A boa polícia é aquela que é amada pelo povo. Quando ela consegue ser amada pelo povo é porque ela atingiu o ideal de policiamento. Sempre trilhei por esse pensamento”, afirmou o governador, que destacou ainda o trabalho de referência dos policiais do Amazonas.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), coronel Amadeu Soares, para quem é policial, ser condecorado com essas medalhas significa muito na vida dos combatentes. “Principalmente daquele que tão bravamente defendeu a sua sociedade que ele jurou, com a sua própria vida, quando ele ingressou no serviço público”.

Fotos: Bruno Zanardo / Secom

Ações integradas – O comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel José Claudio Nonato, destacou o trabalho integrado das tropas e os resultados positivos obtidos por meio dessa estratégia, como a apreensão, nos 16 primeiros dias do mês de outubro, de 47 armas de fogo.

“É um dado muito importante, pois são com essas armas que são cometidos crimes contra dos cidadãos”, afirmou o coronel José Claudio. Nesse período, a polícia do Amazonas também conseguiu tirar de circulação na cidade de Manaus quase dois mil e quinhentos quilos de entorpecentes, além de 61 veículos recuperados, por meio do uso de tecnologia de ponta.

Comentários

Comentários