Foto: Ione Moreno/Em Tempo

Manaus – O aplicativo de transporte só para mulheres, Madame Driver, passou por uma atualização e agora conta com uma plataforma mais segura, ágil, e customizada ao público feminino manauense. Uma das principais novidades são as novas categorias para motoristas, divididas por modelo de carro.

O app é novidade no mercado e reforça pautas atuais como o assédio feminino e a igualdade gênero, estruturadas como ideia principal do serviço, segundo os idealizadores. O Madame Driver funciona desde agosto deste ano, mas precisou ser interrompido por 15 dias para melhorias técnicas.

O diretor de marketing, Henrique Souza, explicou que muitos feedbacks das usuárias apontavam falhas no disparo de corridas e na formulação dos preços. Os defeitos, segundo ele, eram devido ao antigo servidor ser instável à execução do programa do app.

“Aproveitamos para repensar o layout, desenvolver novas ferramentas e aparar erros no sistema; algo que fosse mais a cara da Madame. Agora, as usuárias vão encontrar uma atualização mais enxuta e responsiva, atendendo melhor às demandas das clientes”, especificou.

Foto: Ione Moreno/Em Tempo

As classes Popular, Executiva e SUV, para veículos de grande porte, categorizam o tipo de carro que a cliente pode escolher antes da corrida. Além disso, taxistas foram inclusas a participar do serviço, expandido o leque de opções na hora de começar uma viagem. 

“Melhoramos a taxa cobrada para as motoristas, também, cobrando 18% do valor das corridas, 7% a menos que outros aplicativos”, acrescentou. Um outro diferencial é o limite de 300 profissionais para serem filiadas à empresa. Assim, o aplicativo tem a vantagem de não possuir preço dinâmico, barateando as corridas para as passageiras.

“Por ser um serviço de nicho específico, temos algumas regalias que nos permitem alguns privilégios. Dessa forma, o aplicativo fica atrativo tanto para o lucro de motoristas, quanto para passageiras pagarem menos”, informou Souza.

Ele ainda explica que o preço das viagens é calculado com base no estipulado a outros apps de transporte, calculando um valor a menos, porém justo pelo trajeto. O passageiro pode economizar de R$ 2 a R$ 5 com o serviço exclusivo a mulheres.

Como participar

O serviço é destinado apenas às mulheres, tanto para quem é motorista como passageira. Motoristas que quiserem se filiar é só fazer o cadastro no site da empresa, que linka direto ao aplicativo correto. Clientes também poderão acessar o site para baixarem o novo aplicativo.

Para dúvidas, a central de atendimento (92) 9 8848 6515 está disponível. Até último levantamento da empresa nesta quinta, 57 motoristas estavam cadastradas na plataforma, com mais de 200 passageiras ativas. Um segundo aplicativo destinados a homens e à categoria LGBT+, que também sofreram assédio, será lançado ano que vem, segundo a empresa.

Nesse serviço, as modalidades de motoristas de carros particulares serem homens e mulheres, além de taxistas e mototaxistas, está previsto, porém a mesma linha ideológica será seguida com requisitos especiais. Souza disse que o app já está desenvolvido, mas que a empresa irá esperar primeiro o Madame Driver ser revalidado pelo público. 

 

Fonte: Portal Em Tempo 

Comentários

Comentários