Foto: Reprodução/Facebook

Manaus|AM – Após um longo período de 34 anos mantendo uma das maiores fundações de educação no Amazonas, o grupo Rede Amazônica, administrador da Fundação Rede Amazônica publicou um comunicado anunciando o fechamento parcial das suas operações na última sexta-feira, 08/01. O comunicado foi feito através da página oficial da instituição no Facebook.

Fundada em 1985, pelo presidente do grupo de comunicação, jornalista Phelippe Daou, a fundação Rede Amazônica inovou nas suas práticas de trabalho, pois na época não existia mão-de-obra especializada para trabalhar em rádio e TV no Amazonas.

Além disso a fundação conseguiu atuar nos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Rondônia e Roraima, oferecendo cursos e treinamentos na área de radiodifusão, informática, gastronomia, gestão empresarial e injeção plástica, entre outros.

Perdendo terreno com o advento dos veículos de comunicação via internet, mesmo sendo dona de duas emissoras de TV, sendo uma delas retransmissora da programação da TV Globo, portais de internet, um deles integrante do G1/Globo, e estações de rádios, a Rede Amazônica vem encolhendo.

Denunciada ao Ministério Público do Trabalho (MPT) por diversas irregularidades nos compromissos trabalhistas com seus funcionários, a Rede Amazônica, outrora líder de audiência e de captação de verbas publicitárias, vem emitindo sinais de agonia nos últimos anos.

As informações são do Expresso Am

Comentários

Comentários