Manaus – O prefeito Arthur Virgílio Neto nomeou na tarde desta terça-feira, 6/11, o secretário Extraordinário de Articulação Política, Luiz Alberto Carijó. Na mesma cerimônia, no auditório do Casa Militar, zona Oeste de Manaus, o prefeito também sancionou duas novas leis que instituem o Dia Municipal do Médico Veterinário e a Semana de Conscientização e Combate à Obesidade Mórbida no Calendário Oficial do Município.

Segundo Arthur, a nomeação só enriquece a Prefeitura de Manaus, uma vez que o novo secretário tem uma vasta experiência e grande respeitabilidade no meio político.

“O Carijó é um solucionador de problemas e um grande aglutinador de vontades. Esse tempo todo que ele se afastou dos mandatos políticos, ele continuou firme ao meu lado, trabalhando e ajudando, inclusive, em problemas graves”, disse o prefeito, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro.

O secretário disse estar honrado por fazer parte da equipe do prefeito Arthur e que fará o possível para ajudar a cidade de Manaus. “Sinto-me feliz com o convite e irei honrar essa nomeação com dignidade, trabalho e respeito ao povo de Manaus, que eu tanto amo. A minha função será de fazer a articulação política com os diversos órgãos fora da prefeitura como, por exemplo, a Câmara Municipal e a Assembleia Legislativa”, explicou. 

Leis sancionadas

De propositura do vereador Rosivaldo Cordovil, a “Semana de Conscientização e Combate à Obesidade Mórbida” ocorrerá, anualmente, na primeira semana de junho. Segundo o autor da medida, a divulgação das informações sobre o tema irá ajudar a combater a doença.

“Isso é uma questão de saúde pública e fico muito feliz com a sensibilidade do prefeito em sancionar essa lei, que visa o bem-estar e a qualidade de vida da população de Manaus”, disse Rosivaldo.

 

A outra lei sancionada pelo prefeito de Manaus é de propositura da vereadora Joana D’arc, que institui o “Dia Municipal do Veterinário”, a ser comemorado em 9 de setembro.

“É uma felicidade muito grande, como defensora das causas dos animais, reconhecer a valorização do médico veterinário e da geração de emprego e renda que o mercado pet traz e, principalmente, por estarem inseridos na questão de saúde pública”, disse Joana.

Comentários

Comentários