Um falso áudio de Marcelo Rezende, morto em setembro de 2017, supostamente prevendo a greve dos caminhoneiros viralizou nas redes sociais e em grupos de WhatsApp nos últimos dias. Mas Diego Esteves, filho do jornalista, negou que o pai seja o autor da gravação.” Com certeza a voz não é dele.” As informações são do R7

Para tentar dar mais veracidade ao áudio, foram feitas montagens no YouTube (veja abaixo) tentando sincronizar o arquivo de áudio com imagens do jornalista, morto em setembro de 2017, no comando do Cidade Alerta, da RecordTV.

Na gravação, supostamente datada de 2014, a pessoa fala sobre escândalos na Petrobras e que os brasileiros vão mudar o País. “Um dia vai haver uma manifestação tão grande, tão grande que vai faltar combustível para todo mundo.”

Veja o falso áudio e o vídeo atribuído a Marcelo Rezende.

 

Comentários

Comentários