Manaus – Os candidatos no Amazonas estão dispostos a pagar valores altos para conquistarem a preferência do eleitor pelas redes sociais. Juntos, 57 políticos já gastaram mais de R$ 219 mil com impulsionamento de publicações no Facebook para as eleições deste ano. O dado é da Justiça Eleitoral e tem como base a primeira prestação de contas apresentadas ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

Os posts patrocinados no Facebook estão entre as principais estratégias dos políticos para chamar a atenção dos eleitores. Nesse tipo de anúncio, o candidato paga para que o post chegue até um determinado tipo de público. Na timeline, o conteúdo aparece identificado como propaganda eleitoral.

Os valores mais altos pagos a empresa americana Facebook foi desembolsado pelo governador e candidato a reeleição Amazonino Mendes (PDT): R$ 60,1 mil. O segundo maior valor foi pago pelo senador Omar Aziz (PSD) que já gastou com impulsionamento de conteúdo R$ 45 mil. O deputado estadual David Almeida (PSB) gastou R$ 1 mil com essa despesa. Dos candidatos ao governo do Amazonas, apenas esses declararam despesas com as redes sociais.

Já entre os que almejam uma das duas vagas para o Senado, o deputado federal Alfredo Nascimento (PR) é o que mais pagou para empresa americana: R$ 10 mil. A candidata a reeleição Vanessa Grazziotin (PCdoB) desembolsou R$ 3,1 mil e o deputado estadual Luiz Castro (REDE) já gastou R$ 1,1 mil.

Entre os candidatos ao cargo de deputado federal, 13 usaram parte de suas receitas orçamentárias para pagar pelo impulsionamento nas redes sociais. O vereador Marcelo Serafim (PSB) desembolsou R$ 10 mil, o candidato a reeleição Silas Câmara (PRB) R$ 5 mil e o deputado estadual Sidney Leite (PSD) R$ 4,3 mil.

Fonte: Blog do Mário Adolfo 

Comentários

Comentários