Manaus – “O governador Amazonino deve entender que está na hora de sair da ribalta. Ele está atrapalhando o Amazonas. Ele é inimigo de Manaus. Ele não respeita o nosso povo. Ele não respeita as nossas tradições e pensa que ainda está na época de se fraudar eleições como ele fez comigo em 1986. Não há mais espaços para isso”.

A reação, em tom duro, é do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, que recentemente declarou seu voto no candidato ao governo Wilson Lima, adversário de Amazonino Mendes neste segundo turno para as eleições ao governo do Amazonas. Arthur demonstrou indignação diante da acusação da coligação do atual governador de um suposto crime eleitoral. As imagens vêm sendo divulgadas nas redes sociais e com base nelas os advogados da coligação de Amazonino entraram com pedido de impugnação da candidatura de Lima.

Arthur diz que a estratégia de inventar que o candidato Wilson Lima, que lidera as pesquisas de intenção de votos com larga vantagem, teria estado no município de Codajás e aliciado uma pessoa para comprar votos em seu nome, é típica de uma cabeça doente. “Adoeceu pela ânsia demasiada de poder”. E ele dá um conselho ao atual governador: “Fique, literalmente, na sua. Saia de um ambiente que não é mais seu. Abandone um poder que você não está exercendo com correção e, sobretudo, entenda que a mensagem do povo é cristalina, a de que tem que renovar”, afirmou.

Ouça:

“Você Amazonino, está fora! Você deve respeitar o povo. Respeite seus adversários, respeite seus aliados, que eles ainda existem, mas sobretudo perceba que não adianta, o que fizer servirá apenas para sujar, manchar ainda mais a sua imagem. A imagem de quem não sabe respeitar o Amazonas e quem não sabe se portar corretamente diante do Brasil e de quem se tornou o inimigo número um da cidade de Manaus”, ressaltou.

Arthur Virgílio Neto disse ainda esperar que todos possam ser capazes de fazer dessa eleição algo que tenha um final pacífico e correto. “Porque o povo já decidiu. O governador chama-se Wilson Lima, goste Amazonino ou não goste. O importante é termos consciência que chegou a hora do basta. Basta Amazonino, saia com decência, respeite a decisão do povo”, afirmou.

O prefeito disse, ainda, que espera que o novo governador saiba compreender e saiba dar o melhor de si e obter o melhor resultado na gestao do Estado e concluiu: “eu não torço contra o Amazonino, eu torço a favor do Amazonas”.

Os advogados da coligação “Transformação por um Novo Amazonas”, do candidato Wilson Lima, ingressaram com uma representação junto ao MPF e a PF para investigar os fatos a fim de que os verdadeiros criminosos sejam punidos. Em nota, a coligação informa que “Essa foi mais uma tentativa clara e rasteira do candidato adversário Amazonino Mendes em confundir os eleitores com mentiras, calúnias e difamações”.

Comentários

Comentários