Foto: Reprodução

O amazonense Ryan Matheus Andrade, de 15 anos, saiu do CT (Centro de Treinamento) Ninho do Urubu na noite anterior do incêndio que atingiu o alojamento para jovens atletas do Flamengo, na manhã desta sexta-feira, 08/02, no Rio de Janeiro. Dez pessoas morreram no local e outras três ficaram feridas. O alojamento fica no Ninho do Urubu, na Zona Oeste do Rio.

O jogador amazonense, que mora no local, disse que deixou o CT devido a folga que teria nesta sexta-feira, 08, a pedido da mãe dele, que pediu que dormisse na casa da família. “Eu fiquei até oito e meia da noite. Nós treinamos ontem. Eu vim para casa pois não ia ter treino hoje aí liberaram. A minha mãe insistiu para vir pra casa ontem e eu vim”, disse o jogador.

Ryan é ex-morador do bairro Ouro Verde, zona Leste de Manaus, e deu os primeiros chutes no Clube do Trabalhador do Amazonas (SESI, Aleixo). Depois, ganhou bolsa e foi mostrar seu talento no time de futsal do Recanto da Criança. Brilhou na terra natal, onde foi campeão de competições oficiais e amadoras. Estuda e tem contrato de formação com o Flamengo.

As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio. Ainda não há identificação dos mortos. Os bombeiros chegaram a dizer que todos eram adolescentes, mas não há informações oficiais.

Comentários

Comentários