O enfermeiro Grover Macuchapi Calle, de 27 anos, foi preso em flagrante abusando sexualmente do corpo de uma mulher, de 28, no necrotério de um hospital em La Paz, na Bolívia.

O flagrante foi feito pelo marido da morta ao entrar na sala para se despedir de sua esposa. A notícia foi divulgada em jornais como o El Ciudadano e o La Prensa.

A vítima tinha falecido uma hora antes do crime, ocorrido na última segunda-feira (16/10). Macuchapi, que teria afirmado estar em transe “como sonambulo” e não se lembrar de nada, em depoimento à polícia boliviana, chegou a apanhar do marido da jovem morta antes de ser levado pelos policiais. O enfermeiro irá responder por violação de corpo e atos obscenos; forma como a lei boliviana trata de casos relativos à necrofilia.

Comentários

Comentários