Manaus – O Governo do Estado vai criar, ainda neste ano, um novo Batalhão da Rocam e também implantar um grupo de atenção permanente que atenda durante 24 horas os policiais em serviço para garantir melhores condições de trabalho e assistência necessária no exercício das funções. Além disso, o Governo analisa o orçamento e estuda abrir licitação para adquirir novas armas, com maior capacidade de resposta, fundamentais nas ações de combate ao crime organizado.


O anúncio das novas medidas foram feitas pelo governador Wilson Lima, na noite desta segunda-feira (7), durante a solenidade de transmissão de cargo do comando da Polícia da Militar do Amazonas (PMAM), no Comando Geral, em Petrópolis, zona sul de Manaus.


O governador iniciou o discurso surpreendendo a tropa. Wilson Lima pediu para que todos ficassem à vontade e saíssem da formação oficial. Em seguida, afirmou que o combate ao crime organizado vai ser rigoroso e que as estratégias discutidas aos poucos serão implementadas.


“Da nossa parte, nós vamos continuar trabalhando para dar as condições para que a Polícia Militar desenvolva o trabalho para dar paz e tranquilidade ao cidadão do Amazonas. O Estado vai agir com rigor, com ação enérgica, contra a  criminalidade”, enfatizou o governador.

Em um vídeo publicado no Instagram do governador, ele afirma que “não vai ter vida fácil para bandidagem’ em seu governo. Veja:


Troca de comando –Na cerimônia, o coronel Ayrton Ferreira do Norte assumiu oficialmente o comando da Polícia Militar do Amazonas. Ele substituiu o coronel José Cláudio Nonato da Silva. “Estaremos integrados com outras forças, com serviço de inteligência, e vamos trabalhar em prol da população do Amazonas”, declarou o novo comandante-geral da corporação.

Comentários

Comentários