Manaus está entre os dez municípios brasileiros com a maior concentração de riquezas do País, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ao divulgar os resultados do Produto Interno Bruto – PIB dos Municípios. A capital do Amazonas teve um crescimento de 4,8% e ocupa a oitava posição no ranking. 

Segundo o levantamento do IBGE, a cidade de Manaus fechou o ano com R$70.296.364.000,00; e uma participação de 1,12% do Produto Interno Bruto Nacional.

Entre as cidades da Região Norte, Manaus domina com folga o PIB dos municípios. Somente seu volume representa 20,85% entre os 30 maiores da região. O grupo dos trinta tem em segundo lugar Belém e em terceira posição Porto Velho. O grupo é formado principalmente por municípios paraenses (15), demonstrando o potencial econômico daqueles municípios. Entre os trinta, além de Manaus, o Amazonas possui apenas Itacoatiara.

Amazonas

O Produto Interno Bruto do Amazonas, em valores nominais, no ano de 2016 foi de R$ 89.017.165 mil, um aumento de 2,83% em relação a 2015, onde registrou R$ 86.568.644 mil. O volume produtivo do PIB do Amazonas teve uma queda de 6,83%, puxada principalmente pela Indústria Extrativa, que foi a atividade que mais sofreu no
período da crise política.

Manaus, como sendo capital e local onde se concentra o Polo Industrial, foi o município que teve o maior PIB com R$ 70.296.364 mil, uma participação de 78,97% do total do PIB do Amazonas. Itacoatiara foi o município com o segundo maior PIB do Estado em 2016, com R$ 2.054.830 mil e uma participação de 2,31% e seguido pelo município de Manacapuru com um PIB de R$ 1.241.891 mil e uma participação de 1,40% em relação ao Estado.

O município de Coari, que no ano de 2015 tinha o segundo maior PIB do Amazonas, no ano de 2016 caiu para a quarta colocação, com um PIB de R$ 1.134.798 mil e uma participação de 1,27%. Entre os menores PIB’s estão Itamarati com R$ 84.143 mil, Amaturá com R$ 66.232 mil e Japurá com R$ 59.189 mil.

Fonte: Portal Toda Hora

Comentários

Comentários