Foto divulgação

Manaus|AM – O pintor Julimar Garcia dos Santos, 29 anos, conhecido como ‘Mimi’ foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo de uso permitido e, em cumprimento a mandado de prisão temporária por estupro de vulnerável, na tarde de quarta-feira (10), em sua residência situada na Rua Ajuricaba do Distrito de Vila de Lindóia, em Itacoatiara, município distante 176 quilômetros em linha reta de Manaus.

Segundo informações da delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Juliana Tuma, um pintor de 58 anos, um mecânico de 57 anos, um jardineiro de 51 anos e um vigilante de 48 anos, estupraram, ao longo de doze meses, uma menina de oito anos. Os abusos tiveram início em 2016, na casa da avó da vítima, em um condomínio residencial no bairro Ponta Negra, zona oeste de Manaus, onde os cinco infratores prestavam serviços.

Conforme a delegada, a equipe de investigação da especializada recebeu informações de que Julimar havia fugido para o Distrito de Vila de Lindóia, em Itacoatiara. 

Julimar foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo de uso permitido e, ainda, indiciado por estupro de vulnerável. Após a conversão do mandado de prisão temporária para preventiva, “Mimi” será conduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

 

Comentários

Comentários