O prefeito Arthur Virgílio Neto lançou nesta segunda-feira, 11/2, no auditório Isabel Victoria do Carmo Ribeiro, na sede da Prefeitura de Manaus, bairro Compensa, zona Oeste, o edital de inscrições para a 2ª turma do Curso de Pós-Graduação em Saúde Pública, com ênfase em Estratégia de Saúde da Família.

A coordenação é da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap), em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Serão dois processos seletivos, um para alunos e outro para preceptores (como são chamados os profissionais que realizam a mentoria dos alunos nas atividades práticas em serviço de saúde), na categoria médica. As inscrições começam na próxima segunda-feira, 18.

“Nós estamos oferecendo um curso de excelência com uma bolsa, cujo o valor não se encontra na maioria das universidades brasileiras, para que os selecionados possam estudar e atuar na rede básica de saúde. Não posso deixar de destacar a valorosa parceria com a Universidade do Estado do Amazonas, pois sem eles não seria possível realizarmos esse avanço na saúde pública de Manaus”, enfatizou o prefeito, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro.

A iniciativa faz parte do Programa Mais Saúde Manaus (Promais), criado em 2018, para oferecer qualificação profissional e acadêmica aos servidores da Semsa e demais profissionais da área da saúde em Manaus, com o objetivo de aprimorar o serviço oferecido à população, bem como facilitar o acesso desta à rede de atenção primária.

As inscrições só poderão ser feitas pela internet, por meio do endereço http://psesap.manaus.am.gov.br. O edital com as informações sobre a seleção, como a documentação necessária e as diferentes etapas e prazos, por sua vez, estará disponível nos sites da Semsa (http://semsa.manaus.am.gov.br), da UEA (www.uea.edu.br) e da Esap (http://psesap.manaus.am.gov.br).

Para os alunos serão, ao todo, 15 vagas voltadas a estudantes sem vínculo profissional com a Semsa, com bolsas no valor de R$ 8.100. Já para preceptores serão mais seis vagas, voltadas a profissionais tanto com vínculo com a Semsa quanto sem, com a formação de um cadastro de reserva adicional. As bolsas para essa categoria variam de R$ 1.200 a R$ 10 mil.

Comentários

Comentários