Foto: Reprodução

Manaus|AM – No início da tarde deste sábado, 01/12, doze detentos do do pavilhão 3 do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), situado no km 8 da BR-174 (Manaus – Boa Vista), assassinaram o  agente penitenciário, Alexandro Rodrigues Galvão, 37. Ele ainda chegou a ser socorrido e levado ao Hospital e Pronto Socorro Delphina Rinaldi Abdel Aziz, na Zona Norte da capital, mas não resistiu.

O agente foi rendido por um interno antes de fechar o portão de acesso à área de convivência e, em seguida, recebeu as estocadas no pescoço por outros detentos durante o horário de visita aos internos. Os detentos usaram proveniente de uma barra de ferro pontiaguda para assassinar o agente.

O ato de hoje seria uma retaliação a revista feita no presídio, celulares e drogas foram encontrados com os visitantes e apreendidas, o que teria gerado a revolta dos detentos.

A Seap informou que 12 internos suspeitos de participação no crime foram encaminhados ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para que os fatos sejam apurados. Por medida de segurança, a Seap reforçou a monitoria dentro do presídio e também suspendeu a visitação aos presos no domingo, 02/12.

Comentários

Comentários