Deputado Capitão Augusto. FOTO: Valter Campanato/Agência Brasil

Brasília|DF – Segundo o deputado Capitão Augusto (PR-SP), que coordena a chamada ‘bancada da bala’, se alguém no local da tragédia em Suzano tivesse uma arma de fogo, poderia ter ‘tomado uma ação e evitado mais mortes’.

De acordo com o parlamentar, o projeto que flexibiliza o porte começará a tramitar no segundo semestre.

Comentários

Comentários