Foto reprodução

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, na última terça-feira, 2/9, o envio de forças federais para o município de Santa Isabel do Rio Negro, no interior do Amazonas. Com a decisão, 27 cidades irão receber reforço militar, durante a realização das eleições.

Os municípios que receberão as forças federais são: Santa Isabel do Rio Negro, Itacoatiara, Parintins, Manacapuru, Anamã, Coari, Tefé, Fonte Boa, Lábrea, Boca do Acre, Manicoré, Humaitá, Barcelos, São Gabriel da Cachoeira, Benjamin Constant, Amaturá, São Paulo de Olivença, Novo Airão, Autazes, Tabatinga, Atalaia do Norte, Guajará, Santo Antônio do Içá, Japurá, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva e Manaus.

A atuação das forças federais nas eleições está prevista no inciso XIV do artigo 23 da Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral), com a finalidade de garantir a normalidade do pleito, o livre exercício do voto e o bom andamento da apuração dos resultados.  

Além das tropas federais, 1.037 policias militares e 57 policiais civis serão deslocados para 23 municípios do Amazonas. Diárias e deslocamento serão custeados pelo próprio Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

Exército

Para atuar nos estados do Acre, Amazonas e Roraima, foi ativado o Comando Conjunto Amazônia, com a finalidade de coordenar o emprego da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira, no apoio logístico e garantias de realização do pleito.

Serão empregados nestes três estados 5.508 militares, 331 viaturas, 14 aeronaves e 112 embarcações. Segundo o Exército, a atividade não irá gerar impactos em outras operações militares em curso.

Fonte: Portal Toda Hora 

Comentários

Comentários